LUMINOSO

PLAY- CLIQUE PARA OUVIR A WEB RÁDIO CONEXÃO,NET

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Manifestantes pedem impeachment de Dilma em protesto na Esplanada dia 15/11/2015

15/11/2015 10h30 - Atualizado em 15/11/2015 15h08

Eles também pedem o fim da corrupção no país e a intervenção militar.

Polícia Militar estima que 2 mil pessoas participam do ato em Brasília.

Jéssica Nascimento e Gabriel LuizDo G1 DF

Manifestantes pedem o impeachment da presidente Dilma em frente ao Congresso Nacional (Foto: Jéssica Nascimento/G1)Protesto pede o impeachment da presidente em frente ao Congresso (Foto: Jéssica Nascimento/G1)
Manifestantes contra o governo da presidente Dilma Rousseff ocuparam a Esplanada dos Ministérios, em Brasília, na manhã deste domingo (15) – data em que é celebrada a Proclamação da República. Eles pediram o impeachment da presidente, o fim da corrupção no Brasil e a intervenção militar.
O protestou começou às 8h. De acordo com a Polícia Militar, no início da manifestação, 500 pessoas participavam do ato. Às 11h, a polícia estimava a participação de 2 mil pessoas. Um manifestante foi preso durante o ato por uso e porte de maconha, informou a corporação. Ele foi encaminhado à 5ª Delegacia de Polícia, na Asa Norte.
Durante a manifestação, policiais fizeram barreiras pra revistar mochilas, bolsas e bolsos dos manifestantes. Além do Eixão, as vias S1 e N1 ficaram fechadas na altura da Rodoviária do Plano Piloto. O trânsito de veículos estava autorizado na N2 e na S2.
Manifestantes ocuparam o gramado que fica em frente ao Congresso Nacional, na Esplanada dos Ministérios (Foto: Jéssica Nascimento/G1)Manifestantes ocuparam o gramado em frente ao Congresso Nacional, na Esplanada dos Ministérios (Foto: Jéssica Nascimento/G1)
Vestidos de verde amarelo, os manifestantes levaram cartazes e faixas, além de um boneco do ex-presidente Lula vestido de presidiário sendo enforcado e caixões simulando um enterro da presidente Dilma e de Lula.
Manifestantes colocaram caixões simulando um enterro da presidente Dilma e do ex-presidente Lula em frente ao Congresso Nacional (Foto: Jéssica Nascimento/G1)Manifestantes colocaram caixões simulando um enterro da presidente Dilma e do ex-presidente Lula em frente ao Congresso Nacional (Foto: Jéssica Nascimento/G1)
O técnico em informática José Carlos Pereira, de 50 anos, disse que foi protestar pelo quarto ano contra a corrupção. Ele pede a retirada do PT do poder. "O DF precisa de segurança e educação. Um estudante do Ensino Médio não conseguem resolver uma tabuada. A saúde é precária e não existe. É melhor procurar o IML [Insitituto Médico Legal] do que um hospital público", reclamou.
A empresária Tainá de Fátima da Silva, de 20 anos, levou os dois cachorros da raça shitszu para protestar contra a presidente Dilma. "Tem que melhorar tudo. Não votei nela e não conheço ninguém que votou. Com certeza essa eleição foi duvidosa. No nosso país só tem políticos ladrões e eles devem ser retirados imediatamente do poder", afirmou.
Tainá de Fátima da Silva  levou os dois cachorros da raça shitszu para protestar contra a presidente Dilma (Foto: Jéssica Nascimento/G1 )Tainá levou os dois cachorros para protestar contra a presidente Dilma (Foto: Jéssica Nascimento/G1 )
Vestido de Batman, Eron Morais, de 34 anos, disse que viajou do Rio de Janeiro a Brasília para pedir melhorias para o Brasil. Ele disse que terá de chamar "a Liga da Justiça para dar um jeito no país".
"Desde 2013 me visto de Batman e vou nas manifestações. Não queria ser mais um na multidão. Queria ser ouvido, entende? Do jeito que o Brasil está, terei que acionar todos os super heróis para limpar a presidência e a Câmara dos Deputados", brincou.
Manifestante vestido de Batman disse que terá de chamar a Liga da Justiça "para dar um jeito no país". (Foto: Jéssica Nascimento/G1)Vestido de Batman, manifestante disse que terá de chamar a Liga da Justiça "para dar um jeito no país" (Foto: Jéssica Nascimento/G1)
Uma mulher que não quis se identificar chegou a chorar, no meio da manifestação, depois de ser impedida por policiais, segundo ela, de entrar no prédio do Congresso Nacional.


Spray de pimenta
Por volta das 13h, manifestantes invadiram o espelho d'água do Congresso Nacional e foram seguidos pela polícia.


Em seguida, policiais usaram spray de pimenta para evitar que mais pessoas furassem o bloqueio policial e se aproximassem do prédio do Congresso pelo espelho d'água.
Polícia Militar usa spray de pimenta para conter manifestantes que tentaram invadir o espelho d'água do Congresso Nacional (Foto: Jéssica Nascimento / G1)Polícia usa spray de pimenta para conter manifestantes que tentaram invadir o espelho d'água do Congresso Nacional (Foto: Jéssica Nascimento/G1)
Acampamento
Segundo organizadores, cerca de mil pessoas estão acampadas em frente ao Congresso Nacional. O representante do movimento "Resistente Popular", Mauricio Gabare, diz que o grupo ocupará o espaço por tempo indeterminado. Segundo o homem, eles querem um Natal sem a presidente Dilma.
"Cerca de 93% dos brasileiros rejeitam o governo do PT. O partido fez com que os brasileiros tivessem vergonha do país, que está um caos. Cada dinheiro desviado pela corrupção tira uma porcentagem da educação, segurança e saúde no país. Infelizmente, chegamos ao fim do poço", afirmou.
No gramado em frente ao Congresso Nacional, há um acampamento de manifestantes (Foto: Jéssica Nascimento/G1)No gramado em frente ao Congresso Nacional, há um acampamento de manifestantes (Foto: Jéssica Nascimento/G1)
Barraca em frente ao Congresso Nacional tem mensagem contra a presidente Dilma (Foto: Jéssica Nascimento/G1)Barraca em frente ao Congresso Nacional tem mensagem contra a presidente Dilma (Foto: Jéssica Nascimento/G1)
Carro de som
Responsável pelo som do trio elétrico usado durante o protesto, o operador Marcos Feitosa disse não ter opinião formada sobre o impeachment da presidente. "Nem sempre o que acontece é por causa de uma só pessoa. Mesmo assim, acho que o pessoal tem direito de ir atrás do que querem", afirmou o jovem de 19 anos.
 O operador de som Marcos Feitosa disse não ter opinião formada sobre o impeachment da presidente. (Foto: Gabriel Luiz/G1)O operador de som Marcos Feitosa disse não ter opinião formada sobre o impeachment da presidente (Foto: Gabriel Luiz/G1)
General
Um grupo inflou um boneco do general Antonio Hamilton Martins Mourão, que era comandante das tropas do Exército na Região Sul do país.
Ele foi exonerado da função de comando da tropa, depois de defender o "despertar para a luta patriótica", e assumiu um cargo mais burocrático, na Secretaria de Economia e Finanças do Exército.
Boneco do General Mourão inflado na Esplanada dos Ministérios (Foto: Jéssica Nascimento/G1)Boneco do General Mourão inflado na Esplanada dos Ministérios (Foto: Jéssica Nascimento/G1)
Radicado no Brasil há 13 anos, o padre polonês Pedro Stepien participou da manifestação com uma bandeira contra o aborto e disse que não pode pedir o impeachment da presidente Dilma Rousseff por ser estrangeiro, mas afirmou "entender" quem o faz. "Não posso me calar quando o povo vem bater na minha porta enquanto a presidente rouba e leva para o exterior."
O padre polonês Pedro Stepien participou da manifestação com uma bandeira contra o aborto (Foto: Gabriel Luiz/G1)O padre Pedro Stepien participou da manifestação com uma bandeira contra o aborto (Foto: Gabriel Luiz/G1) Fonte: http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/2015/11/manifestantes-pedem-impeachment-de-dilma-em-protesto-na-esplanada.html
http://g1.globo.com/distrito-federal/nothttp://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/2015/11/manifestantes-pedem-impeachment-de-dilma-em-protesto-na-esplanada.htmlFoicia/2015/11/manifestantes-pedem-impeachment-de-dilma-em-protesto-na-esplanada.html

HISTÓRIA DO BRASIL - SÉCULO XXI, MÊS NOVEMBRO DO ANO DE 2015! O BRASIL PEDE SOCORRO!CONTINUAÇÃO...

DIA 16 DE NOVEMBRO DE 2015

UM DIA PARA FICAR NA HISTÓRIA DE 

NOSSO PAÍS!


ATENÇÃO AO VÍDEO!



https://www.youtube.com/watch?v=qbTLBoWf-7w

OLHA O QUE ESTE DESGOVERNO ESTÁ FAZENDO COM NOSSAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES. NÃO PODEM TRABALHAR (ENSINA A SER VADIOS COMO OS MILITONTOS DELE), BANDIDOS NÃO PODER SER CHAMADOS DE BANDIDOS (SE FICAREM OFENDIDINHOS TÊM DIREITO DE RESPOSTA), PODER MUDAR DE SEXO SEM AUTORIZAÇÃO DOS PAIS, MAS NÃO PODEM ASSUMIR SEUS ERROS, ETC... 

AGORA PAGANDO SEMINÁRIOS DE FORMAÇÃO MARXISTA (COMUNISMO) TRANSFORMANDO-OS MASSAS DE MANOBRA, IDIOTAS ÚTEIS PARA SEREM OS PRIMEIROS A MORREREM A FAVOR DO COMUNISMO. FAMÍLIA, IGREJA, SOMOS UM PAÍS CRISTÃO, 



ACORDA POVO, VAMOS TIRA-LOS DE 

BRASÍLIA, O LUGAR DELES É NA 

PAPUDA!!!

DEUS SEJA LOUVADO!




HISTÓRIA DO BRASIL - SÉCULO XXI, MÊS NOVEMBRO DO ANO DE 2015! O BRASIL PEDE SOCORRO!

DIA 15 DE NOVEMBRO DE 2015

UM DIA PARA FICAR NA HISTÓRIA DE NOSSO PAÍS!








ATENÇÃO URGENTE:16 Quando os ímpios se multiplicam, multiplicam-se as transgressões; mas os justos verão a queda deles. “Quando o Justo governa o povo se alegra, mas quando o ímpio domina o povo geme” Prov. 29:2

https://www.youtube.com/watch?v=z9egGRGe_i4

MOVIMENTO EM BRASÍLIA PEDE AJUDA NA DIVULGAÇÃO, COLOCARAM MILHARES DE POLICIAIS PARA QUE NINGUÉM ENTRE NA CAPITAL. POR FAVOR DESÇAM DOS ÔNIBUS E ENTREM A PÉ E O ÔNIBUS VAZIO, ELES NÃO PODEM IMPEDI-LOS. ESTANDO LÁ DENTRO... DEUS ESTARÁ FAZENDO O IMPOSSÍVEL EM NOME DE JESUS. DIVULGUEM PELO FUTURO DE NOSSO PAÍS, NÃO PODEMOS VIRAR UMA VENEZUELA, CUBA AGORA FRANÇA...POLÍCIA FEDERAL, LIBERA O POVO, VOCÊS SÃO BRASILEIROS E TÊM FAMÍLIA QUE IRÁ SOFRER COM O COMUNISMO. ACABOU A DEMOCRACIA DE VEZ, ESTAMOS EM UM PAÍS DITADOR COMUNISTA, ACORDA POVO, VAMOS PARA RUA. ASSISTAM ESTE VÍDEO.



15/03/2015 10h12 - Atualizado em 15/03/2015 22h37
Manifestantes lotam Esplanada para protestar contra Dilma e corrupção Segundo a PM, ao menos 45 mil pessoas participaram do protesto no DF. Parte dos manifestantes pediu impeachment da petista e intervenção militar.
Alguns vídeos já não podemos acessa-los. Vamos DIVULGAR PELO AMOR DE DEUS. PAZZZZZZZ.
ttp://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/2015/03/manifestantes-fazem-ato-contra-corrupcao-em-brasilia.html



Vestidos com camisetas verdes e amarelas, milhares de manifestantes lotaram de forma pacífica neste domingo (15) a Esplanada dos Ministérios, em Brasília, para protestar contra a presidente Dilma Rousseff e pedir o fim da corrupção no país. Segundo o Departamento Operacional da Polícia Militar do Distrito Federal, ao menos 45 mil pessoas atenderam às convocações feitas nas redes sociais para o protesto contra o governo. O movimento Vem pra Rua, um dos organizadores do ato, calculou em pelo menos 80 mil o número de pessoas que participaram da manifestação na capital federal.
Com centenas de faixas e cartazes, os manifestantes criticaram a gestão petista na administração federal. Em meio ao ato público, algumas pessoas pediram o impeachment de Dilma. Outras, inclusive, chegaram a defender uma intervenção militar para destituir o governo do PT (veja o vídeo ao lado).
Dois trios elétricos e quatros carros de som foram usados para sonorizar o protesto. Os veículos de som ajudaram os manifestantes a puxar gritos de ordem contra o governo, como "Fora PT, leva a Dilma com você" e "Nossa bandeira nunca será vermelha".
A concentração para a manifestação iniciou por volta das 9h em frente ao Museu Nacional, localizado no Eixo Monumental, avenida que concentra os principais prédios públicos da capital federal. Para ingressar no perímetro da Esplanada, os primeiros manifestantes que chegaram ao local tiveram de passar por uma revista de policiais militares.
O cordão de PMs vistoriou mochilas, bolsas e bolsos dos manifestantes. Na estação de metrô da Rodoviária do Plano Piloto, os policiais apreenderam máscaras e pedaços de pau com algumas pessoas que se dirigiam para o protesto.
Por volta das 10h30, os cerca de 12 mil manifestantes que ocupavam a Esplanada naquele momento começaram a se deslocar em direção ao Congresso Nacional, localizado a cerca de dois quilômetros do ponto de concentração. A PM apenas observou a marcha.
Dois mil homens atuaram no policiamento do protesto deste domingo na área central de Brasília, informou a PM. Outros 1,2 mil estavam de prontidão nos quartéis para reforçar o efetivo, caso fosse necessário. O Batalhão de Choque também ficou nas imediações da Esplanada para intervir se ocorressem tumultos.
Equipes da Polícia Militar reforçaram a segurança em prédios públicos, inclusive o Palácio do Buriti, distante da área para onde o protesto está previsto. A área próxima ao Palácio do Planalto e ao Supremo Tribunal Federal foi interditada pela PM.
Durante a manifestação em frente ao prédio do Legislativo, um homem exibiu um cartaz em apoio à presidente da República. Ele foi hostilizado por pessoas que protestam contra o governo federal, incluindo mulheres e crianças (assista ao vídeo acima). O homem teve de pedir proteção à Polícia Militar para deixar o local.
Em outro ponto do protesto, informou a PM, um homem foi preso por agredir alguns manifestantes. Conforme o chefe do Departamento Operacional da Polícia Militar, Coronel Lemos, o homem era simpatizante da presidente Dilma Rousseff. De acordo com a PM, este foi o único registro de prisão no protesto.

E.T. e Dilma fake
Apesar de alguns manifestantes terem defendido um golpe militar e outros terem aproveitado o protesto para condenar a união entre casais homossexuais, a manifestação em Brasília ficou marcada pelo bom-humor.
Um grupo de motoqueiros que participou do ato levou um boneco de um "E.T." para o protesto. Em tom irônico, eles afirmaram que o "extraterrestre", que eles batizaram de "E.T. Bilú", era o seu representante.
Em um dos trios elétricos que animavam o protesto, uma manifestante fantasiada de Dilma Rousseff arrancava gargalhadas do público. A Dilma fake e outras pessoas que participavam do ato também simularam, com uma espécie de gaiola, um cela que eles chamaram de "Presídio Luiz Inácio Lula da Silva", em referência ao ex-presidente da República.
A cela estava estampada cartazes com os nomes e fotos de políticos investigados na Operação Lava Jato, da Polícia Federal, entre os quais os presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
Outros manifestantes aproveitaram o protesto contra Dilma como uma oportunidade para faturar dinheiro. Camisetas com mensagens que pediam a saída da presidente da República eram vendidas por R$ 10 em frente à Biblioteca Nacional.
Manifestantes atiram rosas no espelho d'água em frente ao Congresso Nacional (Foto: Mateus Rodrigues/G1)
Manifestantes atiraram rosas no espelho d'água em frente ao Congresso Nacional (Foto: Mateus Rodrigues/G1)

Hino Nacional
Após três horas e meia de protestos, o ato contra o governo federal foi encerrado com os milhares de manifestantes que se aglomeravam em frente ao Congresso Nacional cantando em coro o Hino Nacional reproduzido em um trio elétrico. Ao final do hino, a maior parte do público começou a dispersar. Naquele momento, a PM estimava em cerca de 45 mil o número de pessoas que haviam comparecido à manifestação, entre os quais muito idosos.
Flores brancas foram distribuídas e atiradas no espelho d'água em frente ao Congresso Nacional. Por volta das 12h45, 20 manifestantes pularam dentro do espelho d'água do parlamento e entregaram rosas aos policiais militares que isolavam o prédio.

Protesto fora do Plano Piloto
O protesto deste domingo no Distrito Federal não se limitou à região da Esplanada dos Ministérios. Em Águas Claras, bairro de classe média a 20 km do centro de Brasília, houve buzinaço e carreata (veja o vídeo ao lado) por volta das 9h, quando os manifestantes começaram a se deslocar para o centro da capital federal.
Durante a carreata, moradores de Águas Claras soltaram fogos de artifício para criticar a gestão Dilma.
Esplanada dos Ministérios, Brasília, manifestação, protesto (Foto: TV Globo)
Esplanada dos Ministérios, Brasília, manifestação, protesto (Foto: TV Globo)
Manifestantes ocupam a rampa do Museu Nacional, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, durante manifestação contra a corrupção (Foto: Mateus Rodrigues/G1)
Manifestantes ocupam a rampa do Museu Nacional, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, durante manifestação contra a corrupção (Foto: Mateus Rodrigues/G1)

PESQUISE POSTAGENS NO SITE

Filmes Educacionais

  • Escritores da Liberdade
  • Filhos do Silêncio
  • Meu Mestre minha Vida
  • Nell
  • O Livro Perigoso
  • O Milagre de Anna Sullivan
  • O Nome da Rosa
  • O Triunfo
  • O Óleo de Lorenzo
  • Sociedade dos Poetas Mortos

Contadores

"Feliz aquele que transfere o que sabe
e aprende o que ensina."
(Cora Coralina)

Feliz Dia das Crianças para todos!
Responsabilidade, Honestidade e Pontualidade faz parte de nossas vidas e temos que estar atentos para não pecarmos nessas áreas. Isso faz parte do ser adulto. Mas nada nos impede de sermos crianças em alguns momentos, principalmente na humildade e sinceridade. Só que a sinceridade as vezes ofende, pois as pessoas não estão preparadas para ouvirem a verdade, mesmo que venha da boca de uma criança.

Professora Marcia Valeria-2010.

CANAL - Professora Marcia Valeria

Loading...

ACESSOS...



1.000.000 Acessos

Meus Agradecimentos...


16/11/2013 - 1.500.000 Acessos! Obrigada Senhor!




Recent Visitors