segunda-feira, 7 de março de 2011

Educação Física - Fundamental - 6º ao 9º

Proposta Curricular - CBC

Conteúdo Básico Comum (CBC) de Educação Física do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano
 * Os tópicos obrigatórios são numerados em algarismos arábicos
 * Os tópicos complementares são numerados em algarismos romanos

Eixo Temático I
Esporte
TÓPICOS HABILIDADES Anos / C. Horária Anual
1. História 1.1. Conhecer a história de cada modalidade esportiva. 4 2

2. Elementos técnicos básicos 2.1. Identificar os elementos técnicos básicos de cada modalidade. 2 4 2
2.2. Executar os elementos técnicos básicos de cada modalidade. 2 2 5 4
2.3. Aplicar os elementos técnicos básicos de cada modalidade em situações de jogo. 2 2 2 5
3. Táticas das modalidades esportivas 3.1. Conhecer as táticas de cada modalidade. 2 2 5
3.2. Aplicar táticas em situações de jogo. 2 2
6
4. Regras 4.1. Conhecer os objetivos das regras de cada modalidade. 1 1 3
4.2. Modificar as regras de acordo com as necessidades do grupo, do material e do espaço. 3 2 1
4.3. Aplicar as regras em situações de jogo. 1 1 4 4
5. Riscos e benefícios da prática esportiva 5.1. Conhecer os benefícios da prática de cada modalidade esportiva. 1 1 4 4
5.2. Conhecer os riscos presentes em cada modalidade esportiva. 1 1 2 2
6. Diferença entre o esporte educacional, de rendimento e de participação 6.1. Compreender as diferenças entre os esportes: educacional, de rendimento e de participação.
1 1 1
6.2. Compreender o esporte como direito social.

2
6.3. Compreender a possibilidade do esporte como opção de lazer.
1 1 2
6.4. Diferenciar cooperação e hipercompetitividade no esporte.
1

6.5. Identificar o lúdico na prática esportiva. 1


7. Hidratação e vestuário nas práticas esportivas 7.1. Conhecer os efeitos da hidratação no organismo durante as práticas esportivas.

2
7.2. Aplicar os conhecimentos sobre a hidratação durante a atividade esportiva. 1 1 1 1
7.3. Compreender os benefícios do uso de vestuário adequado para a prática esportiva. 1 1 1 1
7.4. Identificar o vestuário adequado para a prática de cada modalidade esportiva. 1 1 1 1
8. A inclusão no esporte 8.1. Compreender o esporte na perspectiva de inclusão/exclusão dos sujeitos 1 2

8.2. Reconhecer as possibilidades corporais de pessoas portadoras de necessidades especiais nas práticas esportivas. 1 1 1 3
8.3. Compreender o esporte como espaço de respeito às diferenças. 1 1 1 1
8.4. Compreender as infl uências históricoculturais na participação da mulher no esporte. 1 1 1 2
9. A importância do esporte no desenvolvimento de atitudes e valores éticos e democráticos 9.1. Identificar o esporte como meio de superação de limitações dos sujeitos.
1

9.2. Reconhecer o potencial do esporte no desenvolvimento de atitudes e valores democráticos (solidariedade, respeito, autonomia, confiança, liderança). 1
1 2
9.3. Adotar atitudes éticas em qualquer situação de prática esportiva. 1 1 1 1
I - História
II - Fundamentos básicos
III - Estratégias de jogo
IV - Riscos e benefícios
V - Regras: significados
VI - Eventos: olimpíadas, campeonatos, passeios ciclísticos, caminhadas e maratonas
VII - Práticas esportivas vivenciadas na comunidade e em outras culturas
? Conhecer a história de cada modalidade esportiva.
? Identificar os fundamentos básicos de cada modalidade esportiva.
? Vivenciar os fundamentos básicos de cada modalidade.
? Aplicar os fundamentos básicos de cada modalidade em situações de jogo.
? Conhecer as estratégias básicas de jogo de cada modalidade.
? Conhecer os riscos e benefícios da prática de cada modalidade esportiva.
? Conhecer as regras de cada modalidade.
? Aplicar as regras em situações de jogo.
? Identificar os objetivos dos eventos esportivos.
? Identificar as diferentes formas de organização de eventos esportivos.
? Identificar as práticas esportivas presentes em sua comunidade.
2 2 2 2

Eixo Temático II

Temas: Jogos Populares, Jogos Esportivos, Jogos de Raquete, Jogos de Salão, Capoeira.
Jogos e Brincadeiras
TÓPICOS HABILIDADES Anos / C. Horária Anual
10. O brincar na vida dos sujeitos 10.1. Compreender a importância das brincadeiras na vida dos sujeitos. 1 1

10.2. Diferenciar jogos e brincadeiras de cada tema. 2 2

10.3. Conhecer a origem dos jogos e brincadeiras. 2


10.4. Vivenciar jogos e brincadeiras de cada tema. 3 3 2 2
10.5. Identificar os jogos e brincadeiras da comunidade local. 2 2 1 1
10.6. Identificar as implicações dos jogos eletrônicos e computadorizados na vida dos sujeitos. 1 1

10.7. Identificar valores éticos nos jogos e brincadeiras.
2

11. (Re) construção de jogos e brincadeiras 11.1. (Re)construir jogos e brincadeiras. 3 2 1 1
11.2. (Re)criar espaços para a vivência de jogos. 3 2 1 1
11.3. (Re)criar materiais para a vivência de jogos e brincadeiras. 2 2 1 1
12. Origem e história da capoeira 12.1. Conhecer a origem e a história da capoeira. 1 1

12.2. Diferenciar a capoeira angola da capoeira regional. 1 1

13. Elementos básicos da capoeira 13.1. Identificar os elementos básicos da capoeira. 1 1 2
13.2. Vivenciar os elementos básicos da capoeira. 2 2 2 4

Eixo Temático III

Temas: Ginástica Geral, Ginástica de Solo, Movimentos Acrobáticos
Ginástica
TÓPICOS HABILIDADES Anos / C. Horária Anual
14. Origem e história da Ginástica 14.1. Conhecer a história dos temas estudados. 1 1

15. Características da Ginástica 15.1. Conhecer características de cada modalidade de ginástica. 1 1 2 2
15.2. Vivenciar elementos ginásticos de cada modalidade. 3 2 2 3
16. A Ginástica como promotora de saúde, lazer e qualidade de vida 16.1. Compreender os benefícios dos exercícios físicos na promoção da saúde e qualidade de vida; 1 1 1
16.2. Conhecer os riscos da atividade física mal orientada na adolescência.

1 1
16.3. Compreender a ginástica como possibilidade para vivência no lazer.

1
16.4. Compreender a relação entre exercício físico, crescimento e postura.
1 1 2
16.5. Compreender as causas da dor e da fadiga muscular no organismo durante e depois da prática da ginástica.

1
17. Alimentação e atividade física 17.1. Compreender a relação entre a alimentação e a prática de atividade física.
1 1 1
17.2. Compreender a importância da atividade física na prevenção e no tratamento da obesidade.


2
VIII ? Jogos e brincadeiras aquáticas
IX? Jogos de outras culturas
X - Tipos e características
XI - Práticas corporais da cultura oriental: caratê, muay thai, kung fu, aikido, tae kwon do, tai chi chuan, ioga, dentre outras
? Vivenciar jogos e brincadeiras no meio líquido.
? Conhecer jogos e brincadeiras de outras culturas.
? Diferenciar as características das modalidades.
? Vivenciar exercícios das diferentes modalidades.
? Identificar práticas corporais de outras culturas.
? Conhecer as características das práticas corporais de outras culturas.
? Compreender o processo de esportivização das práticas corporais.
4 4 4 4

Eixo Temático IV

Temas: Dança Criativa, Dramatização, Pantomima
Dança e Movimentos Expressivos
TÓPICOS HABILIDADES Anos / C. Horária Anual
18. Elementos constitutivos da dança: formas, espaço, tempo 18.1. Vivenciar os elementos constitutivos da dança. 1 1

18.2. Identificar os elementos constitutivos da dança. 1 1

19. O corpo na dança e nos movimentos expressivos 19.1. Vivenciar o movimento em diferentes ritmos. 1


19.2. Articular o gesto com sons e ritmos produzidos pelo próprio corpo, por diferentes objetos e instrumentos musicais. 1 1

19.3. Expressar sentimentos e idéias utilizando as múltiplas linguagens do corpo. 1 1 1 1
19.4. Conhecer as possibilidades do corpo na dança: impulsionar, dobrar, flexionar, contrair, elevar, alongar, relaxar, dentre outras. 1 1

19.5. Reconhecer as possibilidades corporais de pessoas portadoras de necessidades especiais na dança e nos movimentos expressivos.

1 1
20. Criação e improvisação 20.1. Vivenciar processos de criação e improvisação. 1 1 2 2
20.2. Compor pequenas coreografias a partir de temas, materiais ou músicas. 1 1 2 2
21. A diversidade cultural nas danças brasileiras 21.1. Reconhecer a pluralidade das manifestações culturais na dança em nosso país.

1 2
21.2. Vivenciar diferentes manifestações culturais da dança. 1 1 1 1
22. Dança e mídia 22.1. Identificar estereótipos na dança.

2
22.2. Identificar a influência da mídia nas formas de dançar.


2
23. Dança como meio de desenvolvimento de valores e atitudes 23.1. Compreender a dança como meio de desenvolvimento de valores e atitudes (afetividade, confiança, criatividade, sensibilidade, respeito às diferenças, inclusão).
1

24. Dança e relações de gênero 24.1. Identificar a dança como possibilidade de superação de preconceitos. 1


24.2. Compreender as relações sociais entre homens e mulheres na dança. 1 1

XII - Características de cada modalidade de dança
XIII - A dança nos eventos escolares: festivais
? Identificar as características das danças e dos movimentos expressivos.
? Vivenciar a dança em eventos escolares.
2 2 2 2

Fonte: http://crv.educacao.mg.gov.br/sistema_crv/index.asp?id_projeto=27&id_objeto=38771&tipo=ob&cp=999999&cb=&n1=&n2=Proposta%20Curricular%20-%20CBC&n3=Fundamental%20-%206%BA%20ao%209%BA&n4=Educa%E7%E3o%20F%EDsica&b=s
Organizado por: Professora Marcia Valeria

Contadores

Meu Quartinho: Ateliê - MV (COMPRAR)

http://www.elo7.com.br/meuquartinhoateliemv

Atalho do Facebook

Professora Marcia Valeria - Tudo pela Educação

DEFICIÊNCIAS, Mario Quintana.






Ingredientes:
Sempre haveremos de precisar uns dos outros...


DEFICIÊNCIAS, Mario Quintana (escritor gaúcho nascido em 30/07/1906 e morto em 05/05/1994 .


"Deficiente" é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino.

"Louco" é quem não procura ser feliz com o que possui.

"Cego" é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria, e só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores.

"Surdo" é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão. Pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir seus tostões no fim do mês.

"Mudo" é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia.

"Paralítico" é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda.

"Diabético" é quem não consegue ser doce.

"Anão" é quem não sabe deixar o amor crescer.

E, finalmente, a pior das deficiências é ser miserável, pois:

"Miseráveis" são todos que não conseguem falar com Deus.


"A amizade é um amor que nunca morre."




Não Saia Sem Comentar

12 de Novembro - Dia do Psicopedagogo



Objetivos Alcançados com a participação de vocês. Obrigada! Paz de Cristo!!!



1.000.000 Acessos

Meus Agradecimentos...


16/11/2013 - 1.500.000 Acessos! Obrigada Senhor!









"Feliz aquele que transfere o que sabe

e aprende o que ensina."
(Cora Coralina)


Feliz Dia das Crianças para todos!

Responsabilidade, Honestidade e Pontualidade faz parte de nossas vidas e temos que estar atentos para não pecarmos nessas áreas. Isso faz parte do ser adulto. Mas nada nos impede de sermos crianças em alguns momentos, principalmente na humildade e sinceridade. Só que a sinceridade as vezes ofende, pois as pessoas não estão preparadas para ouvirem a verdade, mesmo que venha da boca de uma criança.

Professora Marcia Valeria-2010.



Braile Virtual/USP

Braile Virtual/USP
Curso de Braile On Line, gratuito; Clique na imagem...

Soroban Brasil

Soroban Brasil
Se você não conhece comece por aqui...Clique na imagem

Dicionário da Lingua Brasileira de Sinais

Dicionário da Lingua Brasileira de Sinais
Clique na imagem...


QUALQUER MATERIAL QUE ESTEJA EXPOSTO EM MEU BLOG RETIRADO DA NET, QUE FOR DE SUA AUTORIA, POR FAVOR SE APRESENTE COMO AUTOR, QUE SERÁ UM PRAZER DE REGISTRAR OS DEVIDOS CRÉDITOS , AFINAL NEM SEMPRE O MATERIAL RETIRADO DA NET VEM ACOMPANHADO DO NOME DO AUTOR DO TRABALHO.

"Em Educação não nos apropriamos de nada, as ideias são para serem compartilhadas, só assim poderemos crescer umas com as outras, e todas com a mesma finalidade, no mesmo foco, a EDUCAÇÃO."

Marcia Valeria

Blogueiros